Tcl/Tk: Como copiar e colar (clipboard, área de transferência)

Podemos obter o conteúdo (texto) da área de transferência, mais conhecida por aí como “clipboard”, a mesma que é usada nas operações de copiar-e-colar do ambiente gráfico.

Antes, é preciso carregar o pacote Tk. Você pode rodar estes testes com o executável “wish”, que já tem Tk, ou apenas executar “tclsh” e carregar o Tk como um pacote qualquer:

% package require Tk

Pronto! Copie algum texto de um programa qualquer. A seguinte função/procedimento mostra o conteúdo da área de transferência:

% proc clipLeitura {} {
       catch { set varclip [ selection get -selection CLIPBOARD ] } Texto
       return $Texto
}

% clipLeitura
Texto copiado

Só é possível copiar texto. Se o conteúdo não for texto, a função retorna erro, por isso eu sempre uso o comando [catch] na primeira linha. Assim, o procedimento retorna uma string vazia, mas não faz o programa/script/comando morrer.

Não podemos só ler, também podemos escrever:

% proc clipEscrita { Texto } {
       clipboard clear -displayof .
       clipboard append -displayof . $Texto
}

% clipEscrita "Um texto qualquer"

Este comando coloca “Um texto qualquer” na área de transferência. Essa string estará pronta para ser “colada” em qualquer campo ou janela de qualquer programa do ambiente gráfico.

Este procedimento funciona bem com um script que crie pelo menos uma janela Tk e esteja devidamente preparado para lidar com interações do usuário. A maneira mais fácil é testar dentro do console Tkcon, uma espécie de console para ambiente gráfico que, em vez de shell, interpreta Tcl/Tk.

This entry was posted in Tcl-Tk and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *